Feira Livro

Festival Imaginária_, organizado pela Lovely House Editora, convocou editoras, autores e coletivos a participarem da primeira edição da sua feira totalmente dedicada a publicações de fotografia, a Feira Livro.

_Editora Estrondo

A Editora Estrondo foi criada em 2017 em Brasília/DF, com coordenação de Michelle Bastos e curadoria de Ana Lira, Cinara Barbosa e Elza Lima. É a primeira editora brasileira de fotolivros e livro de artista dedicada a publicar mulheres. Atualmente com 10 títulos publicados e com mais 4 publicações em andamento, foi criada com o objetivo de diminuir a hegemonia marcadamente masculina no meio editorial da fotografia, agregando diversidade de referências e de produção artística.

Brasília Pequena

Bete Coutinho

A partir do registro fotográfico de pequenos detalhes, minuciosamente garimpados em fragmentos de arquiteturas depredadas no centro da capital do brasil, Brasília Pequena é criada. O personagem, que encena o palco de pequenas verdades e ilusões, inspira-se na história ( a vinda do ex-presidente JK a Brasília, após o exílio). Do concreto ao abstrato, do real ao imaginário. Fotografia, desenho. Um livro, um objeto. Um convite ao lúdico.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-81211-01-1
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Ariar

Amanda Carneiro

Questionar o ser e suas moradas, entendendo o ser kalunga. Nos elos entre passado, presente e futuro questiona-se a ligação dos espaços, tempos, objetos e do próprio ser humano; fazendo paralelos entre a casa e o ser que ali reside. As semelhanças são construídas de forma que levam a entender que a “residência”, como objeto de habitação, passa a ser mais uma vestimenta de um ser que habita um corpo. Fala sobre os vínculos com o antigo, com o passado; e, ao mesmo tempo, estar presente no agora.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-81211-02-8
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
[carto-tipo(grafias) da transgressão]

Andresa Augstroze

Por meio da turbulência dos encontros, as interrupções do deslocamento e a regulação social provocam e fomentam um pensamento de transgressões, em que a confrontação e o diálogo são necessários. A palavra e a escrita se tornaram híbridas à fotografia, aliadas na ocupação de um horizonte que não é linha, mas círculo. Em uma dupla transgressão, a incorporação do pensamento linguístico e literário alargam os sentidos da experiência fotográfica, em uma relação escrita/paisagem, ilegibilidade/ unicidade-desencontro, legibilidade/viagem-encontro.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-02-3
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Corpulento

Gisele Lima

Aqui você encontrará uma investigação sobre espaços pré moldados e o que sobra deles para a ação. Resultado de uma experiência do mundo cerceada pela opulência, pela existência como corpo feminino. E gordo. É o não caber e mesmo assim encontrar formas de mover-se. Sob um olhar antropológico de si mesmo, pela investigação da própria imagem. Decompondo-se de maneira praticamente experimental quase científica e simultaneamente poética.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-01-6
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Relação-ruína

Isabella Atayde

Relação-ruína é processo, caminho, movimento, transformação, cura. Viagens, países, corpos, cidades, ruas, esquinas, becos. Memórias e afetos desmanchados nas passagens e paragens; no tempo dos deleites, apuros e desperdícios; nas cartas e sinais abandonados e encontrados; nas revelações e sensações provocadas por encontros, despedidas e por palavras de diálogos ausentes; nas páginas viradas e nas muitas por escrever. É construção de consciência e sonho, projeção, delírio, encantamento, reverberação. É compreensão da auto-negligência sensível. É o resgate da alegria.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-00-9
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Outramentos

Janaína Miranda

“(…) eventualmente, a fotografia opera em alquimia, liberando o mistério das coisas sem mistério. De repente, nos interroga: trouxe à luz o que estava secreto? ou vir à luz é o que verte o nítido em sigilo? quando a fotografia produz imagem, infiltra estranhamentos no habitual: no poste, na pedra, na planta, no concreto. mas como e por quê. que capacidade teria sido esta, a de liberar (como faz a varinha de um mago) a voz do que não fala? em que momento (e de que jeito) objetos cotidianos tornaram-se suspeitos? e de quê?”- Cláudia Linhares Sanz

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-04-7
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Vírgula

Julia Godoy

Como tratar da escrita sem as palavras? ou, ainda, como usar um símbolo exclusivamente verbal no universo da imagem? do texto ao tecido, os cruzamentos das histórias, suas tranças e tramas, do anonimato de práticas coletivas a práticas individuais, esse ensaio é um elogio ao espírito humano. Orientado pelas linhas, pelas (des)costuras e pela intimidade que desafia a solidão do não lugar, as intersecções estabelecem pontos de contato entre diferentes disciplinas, atravessa a semantização da imagem, do texto e da linguagem como um habitante que vive na história, reinventa itinerários e prolonga a fantasia. Reconhecemo-nos no rompimento da palavra, na cumplicidade de um texto perdido e na abundância do verbo na história da escrita, das tramas e dos itinerários do homem comum.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-81211-01-1
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Boca d´alma

Lua Cavalcante

Uma trajetória de calafrios, onde o corpo-narrador se apropriou de muitas fissuras, passando por diversas cirurgias. As imagens contam um pouco sobre as intervenções cirúrgicas: anestesias, cortes, modelagens, costuras da carne e cicatrizações. Esses processos são recriados nas imagens por meio do corpo da artista e materiais cirúrgicos e de reconstrução, atravessadas por diálogos imaginários consigo mesma e outras pessoas que passaram por caminhos semelhantes. Boca d’alma é uma proposta de reconciliação com o corpo anestesiado, um manual de como recuperar a si mesma, permitindo a manifestação da dor, mas não seu império.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-03-0
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Co-respondências

Mamana Coletiva

Co-respondências traz a ideia de cartas fotográficas, de trocas e de afetar e ser afetado pelo olhar. Partindo desse ponto, criamos um dispositivo em que, anonimamente, trocamos correspondências durante duas semanas. Sabíamos ser impossível ignorar a pandemia e isso acabou sendo o fio condutor deste trabalho. Assim, trazemos aqui um conjunto de imagens muito pessoais, mas que também foram capazes de formar essa conexão vinda dos nossos isolamentos. Somos mulheres, somos fotógrafas e somos brasileiras: vivemos hoje uma mesma angústia. Esse trabalho foi feito pelas artistas Bárbara Ferreira, Bruna Custódio, Jacqueline Lisboa, Janine Moraes, Mel Coelho e Nayara Jinknss.

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-05-4
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00
Netuno

Thalita Perfeito

(maré baixa
vontade de ir)
para falar de pedra gostaria de ser pedra pedregulho pedro projeto nessa pedra a vontade de ser o outro bela dura porosa apesar de rachar-se em vários continua ser pedra ui que pedra brega
(maré alta
vontade de voltar)

Dimensões: 19,5 x 15 cm
Páginas: 32
ISBN: 978-65-88259-06-1
Edição:
Ano: 2020
Tiragem: 100
Idioma: português
Tipo de encadernação: canoa
Local de produção: Brasília/DF, Brasil
Editora: Editora Estrondo

R$ 35,00

PROJETO FOMENTADO COM RECURSOS DA LEI ALDIR BLANC
EDITAL PROAC EXPRESSO LAB Nº 40/2020 POR MEIO DA SECRETARIA DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA DE SÃO PAULO

Back To Top