Feira Livro

Festival Imaginária_, organizado pela Lovely House Editora, convocou editoras, autores e coletivos a participarem da primeira edição da sua feira totalmente dedicada a publicações de fotografia, a Feira Livro.

_a feira livro

Bem-vindes à 1ª Feira Livro da Imaginária_festa do fotolivro!

Estes são os expositores selecionados pela comissão organizadora para divulgar e comercializar suas obras.

Feira Livro tem entre seus objetivos o de ampliar a visibilidade e a circulação de publicações de fotografia, além de promover um espaço para reflexão, estimulando os expositores a organizarem apresentações ao vivo sobre seus títulos, conversas com os autores ou debates sobre livros e zines de fotografia. A versão remota do evento possibilitou a participação mais democrática e plural de publicadores de todo o Brasil.

Desejamos a todes um bom rolê pela Feira Livro!

PROJETO FOMENTADO COM RECURSOS DA LEI ALDIR BLANC
EDITAL PROAC EXPRESSO LAB Nº 40/2020 POR MEIO DA SECRETARIA DE CULTURA E ECONOMIA CRIATIVA DE SÃO PAULO

Back To Top

04WEB

04web, formado no início da pandemia a partir de conversas virtuais em torno de fotografia, zines e fotolivros, tornou-se um ponto de encontro para refletir e discutir o trabalho individual de cada uma de nós. Buscamos manter a diversidade das obras ao respeitar a singularidade das artistas. Experimentamos múltiplas linguagens e técnicas, que englobem fotos, imagens, palavras e narrativas.

_alter edições [SP] / {Lp} press [RJ]

A alter edições funciona como extensão de projetos curatoriais relacionados à fotografia, através de um modo colaborativo, em que os autores são parte integrantes dos processos de elaboração e produção.

{Lp} press – uma ideia na mão. Somos uma editora de fotolivros que acredita que cada projeto pede soluções originais. A edição das fotos, a arte gráfica, a escolha do papel, a técnica de impressão, o acabamento: todas as escolhas são pensadas sob medida para cada livro, produzido em diálogo constante com a autora ou autor.

_André Calvão

André Calvão é fotógrafo autodidata formado em Ciências Biológicas. Sua pesquisa, voltada para o experimental na fotografia e na impressão, revira o passado e procura métodos pouco explorados.
Dilui seu trabalho entre publicações, ensaios, assemblagens e impressões experimentais, como em papel carbono e alumínio.
Influenciado pela cultura underground, busca construir narrativas que cogitam e refletem sobre tempo e espaço, perante a matéria visível sob a luz, se correlacionando.

_Aparelho Produtor de Imagens

Aparelho Produtor de Imagens reúne as publicações do fotógrafo Marcelo Garcia, voltadas principalmente para a fotografia de rua, vernacular e documental, com foco na relação entre imagens e palavras.

_Artisan Raw Books

A Artisan Raw Books é uma microeditora de livros de fotografia com edições limitadas.
Somos fotógrafos trabalhando com fotógrafos. Por isso, entendemos e valorizamos o investimento de cada autor. Nossos editores trabalham com os(as) autores(as) em encontros para que juntos possamos construir o livro, incluindo edição do material, sequenciamento, design e publicidade.
Abrimos espaço para iniciativas grandes ou pequenas, de diferentes temáticas.
Trabalhamos com publicações acessíveis e democráticas, prezando pela independência do criador com sua obra.

_Borogodó Editora

A Borogodó é uma mini editora independente que iniciou seu trabalho em 2016, pensando em fotolivro, livro de artista e algo de literatura também. Tiragens pequenas e numeradas, um cuidado especial com o projeto gráfico. Na maioria das vezes os livros são encadernados manualmente e sempre que a situação permite, o bom humor está presente.

_Carcara Photo Art

A Carcara tem como objetivo principal estimular, promover e divulgar a arte fotográfica, valorizando sobretudo fotógrafos brasileiros. Publica livros e a revista Carcara Photo Art, impressa e em meio digital. Lançou estes volumes: Cosmococa, JOF – José Oiticica Filho, Karime Xavier, Marcelo Pallotta entre outros talentos da fotografia brasileira. Os interessados em publicar seus trabalhos, na revista ou em livros devem enviar o material para: contact@carcaraphotoart.com

_Ciriguela

A CIRIGUELA é uma iniciativa de autopublicação de Claudia Yamada e Aparecida Silva, artistas visuais que trabalham com produções de pôster, livros de artista, zines e fotolivros artesanais, de diversos formatos, além da divulgação de publicações de outras parcerias. Priorizam nos projetos experimentações através de processos fotográficos alternativos como a cianotipia e pinhole, entre outras.

_Coletivo Transverso

A editora Coletivo Transverso inaugura seus trabalhos com a publicação do fotolivro “Atenção: isto pode ser um poema” (Coletivo Transverso, 2018), que traz uma seleção das intervenções poéticas do coletivo, realizadas no espaço público por meio de técnicas como stencil, lambe-lambe e projeção luminosa. Desde então, investigamos as possibilidades do fotolivro e do livro de artista como traduções da poesia no espaço público, por meio de parcerias com artistas e coletivos de intervenção urbana.

_Conexões Fotográficas

“Para o homem do futuro”. Livros, o objeto livro, aquele que você pega nas mãos, sente a textura, o cheiro, segura – como um amuleto da sorte – e atravessa gerações, carregam suas marcar. Este objeto fascinante tem o poder dos símbolos. O selo: “Conexões Fotográficas” ajuda a transformar ideias em um livro que ficará para o futuro como marca da passagem do autor por essa vida transitória. Temos paixão por fotografias e vê-las impressas, narrando histórias, é nosso grande objetivo.

_Editora Deu na Telha

Já que estamos na festa do livro, resolvemos convidar mais autores e editoras para se juntarem ao nosso espaço/vitrine da Editora Deu na Telha. Estamos juntos e de mãos dadas, prontos para conversar, ver e contar.

_Editora Estrondo

A Editora Estrondo foi criada em 2017 em Brasília/DF, com coordenação de Michelle Bastos e curadoria de Ana Lira, Cinara Barbosa e Elza Lima. É a primeira editora brasileira de fotolivros e livro de artista dedicada a publicar mulheres. Atualmente com 10 títulos publicados e com mais 4 publicações em andamento, foi criada com o objetivo de diminuir a hegemonia marcadamente masculina no meio editorial da fotografia, agregando diversidade de referências e de produção artística.

_editora gris

gris é uma editora independente que publica livros de fotografia, poesia e artes visuais, em salvador, bahia. foi criada em 2016 a partir do encontro entre o designer rafa moo e a fotógrafa lara perl, com o desejo de criar narrativas que envolvessem arquivos familiares, sonho e memória. segue com um foco no universo dos arquivos e da cidade, estabelecendo um amplo diálogo com cada artista e explorando a fotografia através da edição e dos processos gráficos.

_Editora Madalena

Criada em 2013, a Editora Madalena nasce com a vocação de experimentar e apoiar a produção contemporânea de fotolivros em especial, brasileiros e latino-americanos. Seus projetos buscam trabalhar a edição de maneira criativa, no conteúdo e na forma, em pesquisa constante sobre linguagens e narrativas visuais, ao mesmo tempo em que abrem espaço para pensar possibilidades gráficas que aproximem o conteúdo ao livro como objeto.

_Editora Olhavê

Fundada e tocada pelo casal Georgia Quintas e Alexandre Belém, a Olhavê é uma editora independente com foco em publicações sobre fotografia e imagem. A editora dedica-se a projetos autorais, processos de criação e edição fotográfica. Temos especial interesse na reflexão sobre como narrar poeticamente temas, sensações, metáforas, ensaios. Enfim, caminhamos pela edição e montagem da escrita visual. Nossos projetos são humanizados, dialogados, delicados e concentrados no espírito de experimentar e pensar a fotografia com seus autores.

_Editora Origem

Com mais de 60 títulos publicados, a Editora Origem, dos sócios Valdemir Cunha e Lígia Fernandes, busca publicar fotolivros autorais e de baixa tiragem, possibilitando que novos autores publiquem seus primeiros livros. Além disso, hoje temos uma livraria virtual e itinerante com um acervo de mais de 300 títulos de fotógrafos brasileiros que levamos para os principais eventos de fotografia no país.

_Editora Tempo d’Imagem

A Tempo d’Imagem é uma editora especializada em livros de fotografia. Criada no Ceará nos anos 90, desenvolve projetos editoriais sempre trabalhando em parceria com fotógrafos de várias regiões do país. Os ensaios fotográficos são acompanhados de textos de historiadores, antropólogos, sociólogos, críticos, escritores; resultando em obras de interesse cultural abrangente. A Editora Tempo d’Imagem é parceira do Festival de Fotografia de Tiradentes na realização do Prêmio Foto em Pauta para Livro de Fotografia.

_Editora Tona

A editora é uma tentativa de fazer emergir o que existe de relevante. Pretendemos ser uma ferramenta para que mais trabalhos sejam vistos e debatidos fora da esfera virtual e de uma maneira menos instantânea. Trazer à tona fotógrafas e fotógrafos que modifiquem nossos olhares, trazer trabalhos que ampliem nossa interpretação. Publicações para debater o mundo.

_.Entre. Edições

A .Entre. Edições é uma mini-editora que trabalha com publicações independentes explorando diversos meios artísticos aliados à fotografia: colagem, desenho, pintura e poesia. Criada pela artista visual Mariana Meloni em 2015, a .Entre. Edições percorre por lugares inventados, muitas vezes no território do onírico e da ficção, construindo paisagens fotográficas do inconsciente. Todo o material é artesanalmente cortado e montado a mão, com toda delicadeza e amor que possam existir.

_Fotô Editorial

Criada em outubro de 2016, a Fotô Editoral tem como objetivo a produção de livros de fotografia autoral e de reflexão acerca do estatuto da imagem contemporânea.
Fruto de uma parceria entre o curador e jornalista Eder Chiodetto, a pesquisadora Fabiana Bruno e a artista visual e empresária Elaine Pessoa.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Fotô Editorial

Criada em outubro de 2016, a Fotô Editoral tem como objetivo a produção de livros de fotografia autoral e de reflexão acerca do estatuto da imagem contemporânea.
Fruto de uma parceria entre o curador e jornalista Eder Chiodetto, a pesquisadora Fabiana Bruno e a artista visual e empresária Elaine Pessoa.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_.Entre. Edições

A .Entre. Edições é uma mini-editora que trabalha com publicações independentes explorando diversos meios artísticos aliados à fotografia: colagem, desenho, pintura e poesia. Criada pela artista visual Mariana Meloni em 2015, a .Entre. Edições percorre por lugares inventados, muitas vezes no território do onírico e da ficção, construindo paisagens fotográficas do inconsciente. Todo o material é artesanalmente cortado e montado a mão, com toda delicadeza e amor que possam existir.

_Fotô Editorial

Criada em outubro de 2016, a Fotô Editoral tem como objetivo a produção de livros de fotografia autoral e de reflexão acerca do estatuto da imagem contemporânea.
Fruto de uma parceria entre o curador e jornalista Eder Chiodetto, a pesquisadora Fabiana Bruno e a artista visual e empresária Elaine Pessoa.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Editora Tona

A editora é uma tentativa de fazer emergir o que existe de relevante. Pretendemos ser uma ferramenta para que mais trabalhos sejam vistos e debatidos fora da esfera virtual e de uma maneira menos instantânea. Trazer à tona fotógrafas e fotógrafos que modifiquem nossos olhares, trazer trabalhos que ampliem nossa interpretação. Publicações para debater o mundo.

_.Entre. Edições

A .Entre. Edições é uma mini-editora que trabalha com publicações independentes explorando diversos meios artísticos aliados à fotografia: colagem, desenho, pintura e poesia. Criada pela artista visual Mariana Meloni em 2015, a .Entre. Edições percorre por lugares inventados, muitas vezes no território do onírico e da ficção, construindo paisagens fotográficas do inconsciente. Todo o material é artesanalmente cortado e montado a mão, com toda delicadeza e amor que possam existir.

_Fotô Editorial

Criada em outubro de 2016, a Fotô Editoral tem como objetivo a produção de livros de fotografia autoral e de reflexão acerca do estatuto da imagem contemporânea.
Fruto de uma parceria entre o curador e jornalista Eder Chiodetto, a pesquisadora Fabiana Bruno e a artista visual e empresária Elaine Pessoa.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Editora Tempo d’Imagem

A Tempo d’Imagem é uma editora especializada em livros de fotografia. Criada no Ceará nos anos 90, desenvolve projetos editoriais sempre trabalhando em parceria com fotógrafos de várias regiões do país. Os ensaios fotográficos são acompanhados de textos de historiadores, antropólogos, sociólogos, críticos, escritores; resultando em obras de interesse cultural abrangente. A Editora Tempo d’Imagem é parceira do Festival de Fotografia de Tiradentes na realização do Prêmio Foto em Pauta para Livro de Fotografia.

_Editora Tona

A editora é uma tentativa de fazer emergir o que existe de relevante. Pretendemos ser uma ferramenta para que mais trabalhos sejam vistos e debatidos fora da esfera virtual e de uma maneira menos instantânea. Trazer à tona fotógrafas e fotógrafos que modifiquem nossos olhares, trazer trabalhos que ampliem nossa interpretação. Publicações para debater o mundo.

_.Entre. Edições

A .Entre. Edições é uma mini-editora que trabalha com publicações independentes explorando diversos meios artísticos aliados à fotografia: colagem, desenho, pintura e poesia. Criada pela artista visual Mariana Meloni em 2015, a .Entre. Edições percorre por lugares inventados, muitas vezes no território do onírico e da ficção, construindo paisagens fotográficas do inconsciente. Todo o material é artesanalmente cortado e montado a mão, com toda delicadeza e amor que possam existir.

_Fotô Editorial

Criada em outubro de 2016, a Fotô Editoral tem como objetivo a produção de livros de fotografia autoral e de reflexão acerca do estatuto da imagem contemporânea.
Fruto de uma parceria entre o curador e jornalista Eder Chiodetto, a pesquisadora Fabiana Bruno e a artista visual e empresária Elaine Pessoa.

_GPIF – USP

O Grupo de Pesquisa em Impressão Fotográfica (GPIF) estuda e produz livros fotográficos desde 2011. Junto ao professor e artista João Luiz Musa, os alunos de Artes Visuais da USP dialogam sobre o desenvolvimento de seus trabalhos artísticos e pesquisas técnicas. Embora seja plural, o grupo tem em comum o interesse pelo livro como linguagem, e foco nos procedimentos de impressão e edição como fundamentais na constituição do trabalho.

_Grão Editora

Grão é a partícula que capta os fragmentos de luz e os reflexos da imagem no papel fotográfico. É também alimento, o poder da semente. Grão é a um só tempo memória e promessa de grandeza. A Grão Editora brotou em 2009 para publicar fotolivros. Desde o início, leva a fotografia também ao universo imagético de crianças e jovens através de títulos infantojuvenis.

_Havaiana Papers

Havaiana Papers é uma plataforma de apoio à circulação de fotolivros independentes latino americanos. Ao participar de feiras de livros nacionais e internacionais, queremos divulgar títulos frescos, tropicais e interessantes.

_iezu kaeru – OIA Coletivo

Realização obras autorais explorando possibilidades criativas. Primeira publicação em 2012. Atualmente temos 05 fotolivros publicados e uma nova obra será lançada em 2021. Um breve histórico: participamos da 14ª edição da SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo (2018), Feira Miolo (SP – 2018), FESTIVAL DE LA LUZ – ARGENTINA (2018). Tivemos duas obras selecionadas para a Exposição de Fotolivros Ibero-Americanos (2017/2018). Participamos também da Feira de Fotolivros da ZUM (2019).

_Instituto Moreira Salles

Fundado em 1992, o Instituto Moreira Salles é uma entidade civil sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção e o desenvolvimento de programas culturais. Atualmente seu acervo de fotografia reúne cerca de 2 milhões de imagens. Algumas delas podem ser encontradas em suas publicações, que incluem, entre outras, catálogos e livros de arte e de fotografia e as revistas Serrote e Zum.

_Kamikaze Publicações

A Kamikaze Publicações é uma editora independente criada em 2013, pelo fotógrafo e artista visual Daniel Marques. O selo produz: fotozines, fotolivros, zines, livros de artista, edições de arte, utilizando os mais variados suportesx, como impressões á laser, jato de tinta, xerox, colagens. As publicações são lançadas em edições limitadas, numeradas e assinadas. A Kamikaze Publicações participa do circuito das feiras de publicações no Brasil desde 2014.

_LAMA.SP

LAMA.SP is an artist-run space located in São Paulo‘s city center. It was founded in August 2014 by @leonardofinotti and @michellejeancastro.

_Livro Inventado

Livro Inventado é um conceito aberto. Em sentido prático é um suporte híbrido de livro de artista, fotolivro, fanzine, impressos, livro objeto, livro manifesto, livro como exposição, livro como performance… É tudo isso e não é nada disso. É uma ideia que investe contra classificações diluidoras e rótulos caducos. Livro Inventado fabula, é experimental, em processo, uma nomeação poética que busca abrir portais para um campo ampliado de invenção do artista e uma leitura polissêmica do espectador. Curadoria de Marcos Bonisson.

_Lovely House

A Lovely House é uma editora e casa de livros paulistana que concentra seus esforços em pesquisar, publicar e divulgar projetos editoriais sobre arte, fotografia e design, priorizando a qualidade conceitual, editorial e gráfica. Inaugurada em 2018, a casa de livros abriga títulos de editoras parceiras, selos ou autores independentes e edições próprias. No espaço, físico ou digital, ainda acontecem lançamentos, cursos e pequenos encontros com autores ou convidados especiais.

_NEFA

O Núcleo de estudos em fotografia e arte – NEFA interfere e instala-se na cena da fotografia contemporânea em Santa Catarina, como espaço de formação que reúne artistas interessados em aprofundar processos criativos. O NEFA busca construir pontes com outros espaços e territórios regionais, nacionais e internacionais no intuito de seguir promovendo o debate e a circulação da produção catarinense em fotografia no campo da arte, entendendo que o livro é um dos mais eficazes espaços de exposição.

_Olho de Gato

A Olho de Gato é uma editora independente dos artistas Ana Rodrigues e João Paulo Pereira. Focada em artes gráficas e fotografia, a Olho de Gato busca através do humor, da crítica social e da arte, refletir sobre o tempo em que vivemos com uma visão original. A Olho de Gato desenvolve sua linha editorial e diversifica a sua produção convidando cada vez mais artistas nos quais acreditamos para publicarem seus trabalhos pela ODG.

_Piscina Pública Edições

A Piscina é uma plataforma que desenvolve projetos visuais seja através dos impressos, seja através de ações pontuais. Uma das características dos projetos da editora/ plataforma é a tendência à produção coletiva, à produção que incorpora as propostas e ideias de cada um como parte do todo. A Piscina é conduzida por Ana Paula Albé, atualmente acompanhada por Amanda Venturelli, Juliana Rogge e Marcela Mastrocola e outros colaboradores que frequentam o ateliê, os encontros online e projetos coletivos.

_por.onde.o.homem.anda

Um dia o escritor Georges Perec me falou: Faça listas. Catalogue o ordinário que está a sua volta. Dê razão existencial ao cotidiano que constitui a vidas. Anote o que não se percebe, o que não têm sentido perceber. Colecione. Assumo a postura do Colecionador. Catalogo o mundo das coisas cotidianas, ordinárias. Preciosas banalidades sem menor qualidade. Coisas que passam despercebidas pelos olhos que vêm ver o mundo. Por isso faço listas e coleciono coisas que encontro enquanto caminho na Cidade.

_Rafaela Jemmene

Sou Rafaela Jemmene, artista visual. Uso a fotografia como um recurso para viabilizar minhas investigações poéticas. Atualmente investigo a noção de site-specific como método, seus desdobramentos e distensões conceituais, a apropriação textual e imagética como possibilidade de elaboração de trabalhos poéticos. A publicação de artista tem sido entre outros meios, um que elegi para conectar as possibilidades de montagem dos conteúdos investigados.

_Rios Greco Fotografia

Somos um ateliê de fotografia, ensino e desenvolvimento de projetos de livros e exposições. Entendemos o livro como um espaço artístico, sendo ele a obra em si, e como o principal suporte para a fotografia. Nossa atuação no ramo editorial – da direção artística à produção gráfica – se dá com a intenção de encontrar a melhor expressão para o trabalho do artista. Não há receitas, é preciso encontrar a poética de cada projeto e adequá-la às técnicas de materialização disponíveis.

_Sismo

Manifestações gráficas que emergem quando placas tectônicas se estranham e a terra treme. Por meio das artes gráficas e da fotografia, a editora independente busca expressar intensidades do cotidiano, vibrações de vidas, turbulências sociais. Os trabalhos convidam para reflexões críticas e também dialogam com processos terapêuticos, afim de estimular autonomias. As publicações autorais são feitas à mão em pequenas tiragens. São exploradas diversas técnicas e suportes, como zine e colagem.

_Sô Edições

Lançada em 2020, a Sô Edições surgiu da vontade de materializar projetos em publicações, a partir de uma curadoria de jovens autores ainda não publicados, e de trabalhos autorais dos membros do Sô Fotocoletivo. Mapeamos encontros, possibilidades, linguagens e parcerias. Uma história que começa na ponte entre Belo Horizonte e São Paulo e se abre em busca de novos destinos.

_TAF

Gosto de trabalhar com a impressão offset mas também gosto de produzir livros e zines manualmente, através do contato físico com a linha de costura, o papel e as colagens. O meu projeto editorial consiste em criar narrativas através das minhas ações do dia a dia, procurando dar um novo olhar e sentido para as coisas que passam pelos nossos olhos e não damos tanta importância ou simplesmente não valorizamos.

_terra virgem edições

Passados presentes
Sabemos que fotografias são histórias: documentadas, construídas ou inventadas. Sempre únicas, seja pelo instante em que foram clicadas, intimidade com o assunto ou marca distintiva que o fotógrafo nelas imprime. Se um fotógrafo faz um livro, escolhe as imagens mais preciosas para eternizar nas suas páginas, momentos mágicos que encerram passados, novamente presentes quando abertas. Livros são presentes do passado arquitetados entre fotógrafos e editores.

_VIBRANT

A Vibrant é uma editora de publicações que trabalha no campo das artes visuais e da fotografia. Seu objetivo é criar pontes entre ideias e sua materialização em impressos para poder fazer circular a experiência narrativa de cada trabalho. Criada no inicio de 2014, em São Paulo.

_Editora Origem

Com mais de 60 títulos publicados, a Editora Origem, dos sócios Valdemir Cunha e Lígia Fernandes, busca publicar fotolivros autorais e de baixa tiragem, possibilitando que novos autores publiquem seus primeiros livros. Além disso, hoje temos uma livraria virtual e itinerante com um acervo de mais de 300 títulos de fotógrafos brasileiros que levamos para os principais eventos de fotografia no país.